"Põe-me como selo sobre o teu coração" (Ct 8:6)


"Espantai-vos disto, ó céus, e horrorizai-vos! Ficai verdadeiramente desolados, diz o SENHOR.
Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas." (Jr 2:12,13)

Todos nós temos esta tendência dentro de nós, abandonar as águas vivas que apenas Deus pode fornecer por cisternas que vazam. Quando buscamos a Deus apenas por aquilo que Ele pode fazer e prometeu, é sinal de que perdemos a essência do primeiro amor: amar Jesus por aquilo que Ele é. Ficamos esperamos no Senhor por tantas coisas, que parecem não acontecer, nos voltamos a Ele por aquilo que Ele pode nos dar. Às vezes nos sentimos desmotivados nessa espera, nossa fé esmorece e nos deixamos seduzir por outras coisas. Acabamos tirando Deus do altar do nosso coração e dando ele a outrem. Nos perdemos do primeiro amor e nos acostumamos com o pouco da presença de Deus que existe em nós, nos acostumamos com o pouco que conhecemos do Senhor. Buscamos sua face apenas quando nos é conveniente, quando o sofrimento chega no limite. "Que te farei, ó Efraim? Que te farei, ó Judá? Porque a vossa benignidade é como a nuvem da manhã e como o orvalho da madrugada, que cedo passa." Em outras palavras Deus está dizendo que o amor do seu povo não era sincero, pois só O buscavam quando isso era conveniente para eles.
Nós precisamos buscar a Deus em todo o tempo, conhecê-lo, saber quais os anseios do seu coração. Precisamos escolher nos apaixonar por Jesus todo dia, escolher louvá-lo mesmo diante das circunstâncias difíceis da vida.
Nesta hora o Senhor nos diz: "Põe-me como selo sobre o teu coração" (Ct 8:6). Que venhamos a guardar o nosso coração para o Senhor, e não deixar nunca ninguém ocupar o lugar que deve ser só dele. Tudo o que precisamos está no Senhor, há um banquete que Ele tem preparado para aqueles que O buscarem de toda a sua alma.

Eu quero me apaixonar por Jesus hoje, que este seja o seu desejo também. Coloquei abaixo a letra de um poema que fiz para Ele. Que Deus te abençoe, PV.

Como pode me amar tanto assim
Como pode querer cuidar tão bem de mim
Sou tão imperfeito, tenho tantos defeitos
Mas Quando os Teus olhos me vêem
Eles Enxergam o que há de melhor dentro mim
Nunca ninguém me fez sentir assim
tão importante como Você faz

Me desejo é Te fazer feliz
e Colocar mil sorrisos no Teu coração
Para poder expressar a minha gratidão
Pelo teu amor tão grande assim
Que se revelou a mim
Esse amor colore os dias cinzas da minha vida
E me traz muita alegria
Eu sou feliz
Porque eu Te conheço Jesus!

Share this:

JOIN CONVERSATION

2 comentários:

  1. Pri!! Nem sei o que dizer sobre este teu texto... Parece até que tu te inspirou na nossa conversa, amiga querida!

    Deus tem te dado esse talento maravilhoso de escrever sobre Seu Amor, Sua Graça, Sua Palavra e Seus Anseios...

    Faço minhas as tuas palavras, amada! Quero me apaixonar por Jesus a cada dia, mais e mais!!!!

    (Vou colocar um link deste teu texto lá no meu post novo "Ressuscita-me"!)

    Te amo, Priscila!! Deus tem me abençoado através de tua amizade sincera!!!

    Tua amiga e irmã Caren diLima

    ResponderExcluir
  2. Pri, eu fui muito edificado por este post teu, cada frase nele tocou profundamente o meu coração, e sei que isso é fruto do Espírito Santo que é latente na sua vida, a qual tem sido usada pelo Senhor Jesus para alavancar a minha vida com mais e mais experiências com Ele. Deus te abençoe muito Pri. (P.S: esse poema é lindo, e dá uma música hein? rs) bjão

    ResponderExcluir